:: SPORTING ATÉ À MORTE "Onde se Fala, Vive e Respira Sporting" :: Esforço, Dedicação, Devoção e Gloria, o Lema do nosso Sporting :: A Temporada 2012/2013 está a chegar!!! Juntos venceremos. Força Sporting :: O Sporting não é só futebol, Apoiar as modalidades é uma obrigação de todos os Sportinguistas :: SPORTING ATÉ À MORTE, Desde 2007 a apoiar o Sporting :: Obrigado pela tua visita, volta sempre :: WWW.SPORTINGATEAMORTE.BLOGSPOT.COM - O Teu Blog

Futebol - Liga Sagres

Temporariamente Líder e de novo em cima dos dragões...

O Sporting venceu este Sábado o Rio Ave num jogo difícil mas que garantiu o regresso dos pupilos de Paulo Bento aos triunfos na liga Sagres. Num campo onde porto e benfica haviam cedido pontos, o Sporting foi mais forte e um golo de Liedson bastou para fazer a festa. O Golo foi alcançado na primeira metade do desafio, numa altura em que os leões já dominavam, pese embora não deslumbrassem... No segundo tempo o Sporting voltou a ser mais forte, e tirando os primeiros 10 minutos onde os vila condenses dominaram, os leões foram muito mais fortes, dominando e controlando todos os acontecimentos em absoluto. As contas da vitória só se complicaram a partir dos 77 minutos, altura em que Derlei viu cartão vermelho e deixou o Sporting em inferioridade numérica. Nessa fase do jogo o Rio Ave criou vários embaraços mas no fim a justiça prevaleceu, e não fossem vários erros do assistente que seguia o ataque leonino na segunda metade, e o jogo resolver-se-ia muito mais cedo, pois foi anulado um golo limpo a Liedson.

Liedson rende 3 vitórias em 4 jogos!!!

Como se previa o Sporting sem Liedson não é de todo a mesma coisa que o Sporting com Liedson, a prova-lo estão os três golos do levezinho em quatro jogos, três golos que valeram três triunfos pela margem mínima aos leões... Lembre-se ainda que quando Liedson não facturou, o Sporting não venceu, falo do jogo da Mata real, naturalmente...

De volta ao ritmo do inicio de época.

Com a vitória de hoje, vitória acima de tudo assente na raça, coesão defensiva e eficácia ofensiva, o Sporting regressa aos bons tempos do inicio de temporada, fase onde conseguiu três vitória sucessivas na liga e uma vitória na Super taça. Em campo estiveram 12 leões guerreiros, sempre apuros a ajudarem-se a capazes de dar o corpo às bolas... Deste modo tudo se torna possível e o resultado final desta receita foi..., três pontos e a ascensão temporária à liderança da competição. A crise ainda não passou, mas de certeza que Paulo Bento e os jogadores respirarão agora muito melhor.

Jogo de palavras:

Paulo Bento - "Está interrompido o ciclo sem vencer na Liga. Entrámos bem no jogo, não acabámos muito bem a primeira parte, início da segunda tanto foi algo irregular, mas depois estivemos melhor e até fizemos o segundo golo, que não foi validado. Jogo ficou mais complicado na fase final, com a expulsão do Derlei. De qualquer forma, veio ao de cima a nossa organização como equipa, o nosso espírito de sacrifício.", "O golo não foi validado, é um facto. Possivelmente, deveria ter sido validado. Não discutindo aqui a expulsão, penso que foi algo precipitada, algo forçada, e isso complicou o nosso jogo na fase final. Para além disso, houve uma noite infeliz do assistente que estava no lado dos bancos. Todos temos direitos a noites infelizes, mas houve muito prejuízo para o Sporting neste caso.", "A minha reacção final serviu para reconhecer o esforço dos jogadores, a organização e o sacrifício da equipa. Foi também pela revolta com algumas coisas que aconteceram durante o jogo, portanto não só jogámos com 10, mas sim com 10 contra mais que 11.".

Rochemback - "Precisávamos muito desta vitória. Temos condições para chegar no primeiro lugar e é isso que nos move todos os dias. Soubemos sofrer e anulámos com eficácia o ataque do Rio Ave. Tenho a certeza que estamos no bom caminho."

Dados da partida:

Futebol – 7.ª jornada da Liga Portuguesa.
2008-11-01 Estádio dos Arcos (Vila do Conde).
Árbitro: Jorge Sousa (Porto).
Árbitros auxiliares: José Ramalho e José Luís Melo.
Resultado ao intervalo: 0-1

Rio Ave, 0
Paiva; Miguel Lopes, Gaspar, Bruno Mendes e Sílvio; André Vilas Boas (Tarantini, 68 m), Livramento, Evandro e Niquinha (Mateus, 75 m); Chidi e Semedo (Ronaldo, 72 m). Treinador: João Eusébio. Suplentes não utilizados: César, Vítor Gomes, Jorge Humberto, Henrique. Disciplina: cartões amarelos a Livramento (35 m) e Gaspar (69 m).

SPORTING: 1
Rui Patrício; Pedro Silva, Caneira, Polga e Grimi; Rochemback, João Moutinho, Izmailov (Bruno Pereirinha, 90 m) e Romagnoli (Miguel Veloso, 59 m); Derlei e Liedson. Treinador: Paulo Bento. Suplentes não utilizados: Ricardo Baptista, Daniel Carriço, Abel, Yannick Djaló e Hélder Postiga. Disciplina: cartões amarelos a Pedro Silva (58 m), Derlei (76 e 77 m), Liedosn (87 m) e João Moutinho (90 m). Cartão vermelho a Derlei (77 m). Golo: Liedson (40 m).



5 comentários:

Tite disse...

Amigo Armando,
O meu "feeling" para este jogo estava certo. Até apostei no 2-0, mas os "juízes" de linha andam bastante pitosgas.
Espero que este seja o início do volte-face que preconizo há algum tempo.
É preciso continuar a acreditar.
Rugidos de alegria

House disse...

Liedson é meia-equipa sem dúvida, em boa hora reapareceu o Levezinho.

Lion King disse...

Liedson resolve!
Desde que regressou à titularidade já marcou golos decisivos em três partidas, sendo um jogador que regressa ainda melhor do que estava antes da lesão. Está no auge da maturidade e esperemos que continue a resolver mais jogos para o Sporting.
E já devia ir com 2 golos no Campeonato!

Grande abraço!

Visconde disse...

Jogo intenso, discutido a meio campo e com poucas oportunidades, controlado quase na totalidade pelo Sporting, embora quase sempre de forma inconsequente. No entanto os leões foram justos vencedores e mostraram uma equipa solidária e unida em busca da vitória, que era sem dúvida muita importante. Liedson voltou a resolver.

Abraço caro amigo

Verde CDV disse...

Jogamos melhor que em Paços ( também não era muito dificil) e conseguimos uma vitória justa.
A espaços praticámos um bom futebol.
Com Liedson , Caneira e esperemos que com Vuk a equipa é outra coisa.
Liedson é um exemplo. Recordo que nalguns blogues até já deram guia de marcha a Liedson ( é só rir, onde chega a raiva...).
A arbitragem nem merece comentários.
Força Sporting!!!
Um grande abraço caro Armando.